terça-feira, 2 de junho de 2015

DEIXA QUE EU CHUTO

O novo jornal de Otávio Martins Amaral - 
"DEIXA QUE EU CHUTO", com matéria do blogue Náufrago da Utopia de Celso Lungaretti.







DEIXA QUE EU CHUTO

BOCA LIVRE
 

Responsável: Otávio Martins Amaral
 

OLHEM SÓ O QUE O LUNGARETTI DISSE:
 

Celso Lungaretti – Em 18.05.2015
 

DA GRÉCIA PARA O BRASIL: EU SOU VOCÊ AMANHÃ.

Do blogue Náufrago da utopia


"...no final de 2009, a Grécia estava
enfrentando uma crise propelida por
dois fatores –alta dívida e custos e
preços inflacionados que reduziam a
competitividade do país.
A Europa respondeu com empréstimos que mantiveram o
caixa grego solvente, mas apenas sob a condição de que a
Grécia adotasse políticas econômicas extremamente
dolorosas. Elas incluíam cortes de gastos e aumentos de
impostos que, se aplicados na mesma proporção aos Estados
Unidos, envolveriam valor de US$ 3 trilhões anuais.
Também houve cortes de salários em uma escala difícil de
conceber, com uma redução média de 25% nos vencimentos
ante seu pico.
Esses imensos sacrifícios supostamente deveriam produzir
recuperação. Em lugar disso, a destruição do poder aquisitivo
aprofundou a crise, criando sofrimento em escala semelhante
ao da Grande Depressão e severos problemas humanitários.
No sábado, visitei num abrigo de moradores de rua, e ouvi
histórias dolorosas sobre um sistema de saúde em colapso, 

e pacientes recusados por hospitais por não poderem pagar uma taxa de
atendimento de cinco euros, ou recebendo alta sem medicação
porque os estoques das clínicas se esgotaram e elas não têm caixa para
o repor; e muito mais.
A situação vem sendo um pesadelo interminável, e mesmo
assim a elite política grega, determinada a se manter parte da
Europa e temerosa das consequências de uma moratória e do
abandono do euro, manteve sua adesão ao programa imposto
pelos credores ano após ano.
Por fim, o público grego não conseguia suportar mais. Porque
os credores estavam exigindo ainda mais austeridade –em
uma escala que bem poderia derrubar a economia em mais
8% e empurrar o desemprego a 30%—, o país votou no
Syriza, um movimento genuinamente de esquerda (e não de
centro-esquerda), que prometeu mudar o rumo do país. "
 

Trechos de um artigo de Paul Krugman, Prêmio
Nobel de Economia, que expõe magistralmente
como um país pode ser destruído pelos ajustes
recessivos ditados pela ortodoxia neoliberal. É
para onde Joaquim Levy nos levará, se
consentirmos. 

Discordo de Krugman, contudo,
quando ele sonha com uma
solução a partir da implausível
boa vontade de credores. A
única saída está na revolta dos
devedores, confrontando a iniquidade extrema
com que a lógica desumana das coisas está
sendo imposta aos homens.
Nestes tristes tempos presentes, o capitalismo
terminal e putrefato é o inimigo supremo da
civilização e a mais terrível ameaça à
sobrevivência da espécie humana.
Ou acabamos com ele, ou ele acabará conosco.
É simples assim.


CELSO LUNGARETTI É JORNALISTA E ESCRITOR (NÁUFRAGO DA UTOPIA).
Ô, Lungaretti, desse jeito a Dilma não poderá continuar governando para satisfazer os banqueiros (todos são ladrões), inclusive o Joaquim Levy, que faz parte do banco mais filho da puta de todos os tempos (basta lembrar da T.F.P.
Otávio Martins Amaral. (ACHO, ATÉ, QUE ELE É CRIA DA T.F.P.)


 http://naufrago-da-utopia.blogspot.com.br/

 https://www.facebook.com/otaviomartinsescritormusico



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS POPULARES(ÚLTIMO MÊS)

POSTAGENS POPULARES (TUDO)