terça-feira, 20 de setembro de 2011

Toninho Ramos

____________O Spam_________
EDIÇÃO OUTUBRO/2011 – ANO I – N° 3 – PÁGINA 5
“O JORNAL MAMBEMBE, CAINDO AOS PEDAÇOS”


TONINHO RAMOS, violonista (7 cordas)
MÚSICA

Por Otávio Martins

Conheci o Toninho Ramos, + ou - em 1970, lá no Carinhoso, em São Paulo. Eu cuidava do caixa e da música. Uma casa de música brasileira, ali na Álvaro de Carvalho. Ficamos muito amigos.
Em 1974 ele viajou pela Europa com o Martinho da Vila, acompanhando o sambista e compositor com o seu excelente violão. Martinho voltou, Toninho resolveu ficar em Paris.
Em 1980 ele veio ao Brasil, pensava em ficar por aqui, trabalhando. Trouxe uma fita, já tudo gravado e mixado, com a participação do seu irmão, o Paulinho Ramos, na percussão. Um trabalho lindo, onde, bem me lembro, tinha uma “faixa”, “NA BAIXA DO SAPATEIRO”, música do Ary Barroso; mixagem perfeita; som, ótimo. Tudo de mão beijada.
Peguei a fita e, entusiasmado pela sua qualidade, fui até a Rádio Eldorado falar com um dos produtores de discos, que eu já conhecia há algum tempo. Disse o sujeito que iria apresentar a fita numa reunião com o pessoal, diretores, do selo “Eldorado”. Voltei umas duas ou três vezes, nessa Eldorado. Numa das vezes, a última, o Toninho ficou no bar, ali embaixo, esperando (a resposta da tal reunião). O produtor disse-me que na próxima semana, aí sim, daria uma resposta. Falei pro Toninho, quando desci. Tomamos mais uma e, ele, decidido, falou “Tavinho, vou voltar pra Paris amanhã, isso aqui não dá, não.” Foi-se e, “felizmente”, não voltou mais. Sorte que tinha a passagem de “volta”, garantida, para o caso de algum “imprevisto”. Nunca mais encontrei com o Toninho.
Pensando bem, hoje, foi até bom que o Toninho não foi lançado pela merda empresarial dos Mesquitas, pois são os mesmos mafiosos, donos do Estadão.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS POPULARES(ÚLTIMO MÊS)

POSTAGENS POPULARES (TUDO)